Estatísticas sobre economia, demografia, geografia e às vezes alguma coisa mais!

Posts com tag “Secretária de Segurança Pública do Paraná

Criminalidade em alta na região de Francisco Beltrão


Com mais de um mês de atraso a Secretária de Segurança Pública do Paraná – SESP (sesp.pr.gov.br) divulgou os dados referentes a criminalidade no terceiro trimestre de 2008 ocorridos no estado. O resultado não poderia ser pior, das 23 Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP)* existentes no Paraná 22 apresentaram números piores do que no mesmo período do ano passado.

Na AISP de Francisco Beltrão, que possui cerca de 307 mil habitantes, o único aspecto positivo é que o número de homicídios dolosos (aqueles que há intenção de matar), caiu levemente em cerca de 20% e que os furtos e roubos mantiveram-se estáveis. De resto as estatísticas apontam que a criminalidade cresceu.

No quesito de crimes contra a pessoa (homicídio doloso, ameaças, lesões corporais, calúnia, injúria e difamação) os números indicam crescimento de 632 ocorrências no 3T07 para 811 ocorrências no 3T08, alta de 28,3%.

O relatório indica que os crimes contra o patrimônio (furtos e roubos de qualquer natureza) totalizaram 744 ocorrências no 3T08, ante 756 ocorrências no mesmo período do ano anterior.

O relatório também aponta que no 3T08 foram registrados apenas 4 inquéritos de homicídios dolosos (assassinatos) na região, o segundo menor número do estado. É necessário ressaltar, no entanto, que a AISP que teve o menor número de casos (apenas 3) foi União da Vitória, que tem pouco mais de um terço da população da AISP de Francisco Beltrão,  portanto, neste aspecto a nossa região é a mais tranqüila de todo o estado, felizmente.

Mas quando se tratam de homicídios culposos (a maioria acidentes de trânsito), a realidade é bem pior. Embora o relatório não traga o número preciso, na sua parte final é apresentado um mapa que põe a região como tendo observado entre 25 e 44 casos, sendo uma das piores do Paraná.

Outro aspecto importante da pesquisa que é necessário ressaltar é que são computados apenas os crimes que foram relatados ou estão sendo investigados. Furtos sem Boletim de Ocorrência, por exemplo, não são computados, o que distorce seriamente as pesquisas. Registrar um B.O. é visto por muitos (e eu compartilho totalmente desta visão) como desperdício de tempo, em voga principalmente da inexistência de investigação para crimes “menos graves”.

Os relatórios completos, com inclusive outros períodos de tempo, espécies de ocorrências além de outros dados adicionais são encontrados no seguinte endereço: http://www.seguranca.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=21

* AISP são uma espécie de “microrregião” para fins estatísticos. A AISP de Francisco Beltrão envolve todos os municípios do oeste da nossa região, ou seja, aqueles entre a Argentina e os municípios de Renascença, FB, Enéas Marques (Verê pertence a AISP de Pato Branco), Dois Vizinhos e Cruzeiro do Iguaçu.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.