Estatísticas sobre economia, demografia, geografia e às vezes alguma coisa mais!

Neve granular no sudoeste?


O trecho abaixo está no site do simepar neste exato momento. 

Cezar Gonçalves Duquia
Última Atualização: 12/07/2007 09:58h
>>> 12/07/2007 09:58

As menores temperaturas registradas nessa manhã em nossas estações meteorológicas se concentraram entre o sul e o sudeste, confira no mapa. Entre a tarde e a noite de ontem, houve muitos relatos que chegaram ao SIMEPAR  de  ocorrência de neve granular observadas nos municípios  de General Carneiro, Palmas, Francisco Beltrão, Cruz Machado  e em Pinhão  entretanto, não tivemos acesso aos registros fotográficos para a confirmação. Havia as condições meteorológicas favoráveis nestas regiões basicamente muita umidade, garoava e chovia fraco na tarde de ontem, e  as temperaturas variavam  de 2 ºC a 7 ºC  na superfície. As temperaturas previstas pelos modelos numéricos de previsão do tempo estimaram temperaturas entre 0 ºC e valores negativos  nas camadas um pouco mais altas da atmosfera possibilitando a condensação do vapor d´água das nuvens.

Ontem além do local onde eu estava, perto do Frigobel, ocorreu também em mais um lugar que ainda vou confirmar a ocorrência de precipitação congelada. Todavia é mister supor que se em Francisco Beltrão, a 560m de altitude tivemos granulos de neve congelada, em muitos outros pedaços da região também deve ter ocorrido o fenômeno, principalmente nas partes mais próximas a divisa com Santa Catarina, que são mais altas, dado que estava nublado em toda a região.

Quem tiver fotografado alguma coisa parecida com o descrito, envie as fotos para o Simepar (meteoro@simepar.br).

Anúncios

2 Respostas

  1. Se em Buenos Aires que fazia 90 anos que não nevava, e nevou … aqui que faz uns 30 anos, pode ter nevado tbm. Pena que não vi nada :/

    julho 12, 2007 às 21:22

  2. squibb

    Foi muito rápido na verdade. Do nada começou a cair gelo do céu. Primeiro um gelo mais compacto, algumas bolinhas eram claramente duas, três bolinhas menores grudadas. Pouco tempo depois o gelo começou a cair mais mole e ficava moído quando batia no piso. Não demorou muito e tudo virou chuva, que caiu mais uns minutos e então tudo parou. Eu mesmo no momento não percebi do que se tratava. Parecia granizo, embora eu nunca tenha visto granizo sem chuva, tampouco minha tia que estava comigo no momento.
    Hoje comentando com minha tata ela disse que o marido dela que trabalha fazendo entregas também chegou em casa ontem e comentou sobre o fenômeno, só vou confirmar amanhã com ela onde foi pra saber melhor a extensão das áreas atingidas.

    Infelizmente eu não tinha máquina pra registrar, nem celular. Mas fiquei feliz que mais pessoas relataram o caso, por todo o sul do estado, sinal que muitas outras regiões foram atingidas.

    julho 13, 2007 às 0:33

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s