Estatísticas sobre economia, demografia, geografia e às vezes alguma coisa mais!

Emprego Formal – Janeiro/2008


O ano começou bem na economia dos dois principais municípios do sudoeste. O nível de emprego subiu expressivamente em ambas as cidades, com destaque especial para a indústria pato-branquense.

Em Francisco Beltrão foram criadas 196 vagas no mês de Janeiro, alta de 1,17% sobre o mês anterior, onde uma pequena queda havia sido registrada. No acumulado de doze meses são 1037 vagas, alta de 6,4%. Os principais destaques são a Construção Civil, com fortíssima expansão de 7,43% (e 11,7% em doze meses), e o setor terciário com expansão de 1,00% no comércio e 0,76% no de serviços. A indústria também obteve uma expansão relativamente boa, 0,88% no mês.

No ano de 2007 houve um aumento de 8,4% no nível do emprego na indústria, 7,6% no comércio, 4% no de serviços e 12% no da agricultura. Os dados registrados no ano de 2007 e agora no começo de 2008 indicam que o nível de investimentos continuam aumentando (desde 2004), dado que a construção civil cresce em ritmo explosivo. Investimento no presente é sinal de expansão da base produtiva e consumidora (construção de fábricas, comércios e casas), o que indica uma expansão sustentada da economia no futuro. Por isto, mesmo dispondo de poucos dados recentes, podemos admitir a hipótese de que neste ano a expansão econômica de beltrão será elevada (baseado em dados históricos de situações semelhantes é possível admitir mais de dois dígitos de crescimento), dado que o nível de expansão do emprego mantêm-se muito positivo, inclusive na construção civil.

Em Pato Branco o ano também começou muito positivo. Pelo menos no setor industrial, que sozinho praticamente fez toda a expansão do emprego formal pato branquense. A indústria gerou 329 empregos, alta de 8,87% em relação ao mês anterior (e quase 20% em doze meses!). No total de todos os setores a expansão foi de 396 empregos, ou 2,62% sobre o mês anterior. Segundo melhor resultado foi o da Construção Civil, com alta de 3,9%. Todavia no acumulado dos últimos doze meses ainda é negativo o resultado deste setor que, pelo menos na sua parte formal, está estagnado há quase cinco anos. Já o comércio ficou estagnado com pequena variação negativa (-0,2%) e serviços com expansão de 1,9% positiva.

Como foi noticiado pelo Diário do Sudoeste, Pato Branco fechou o ano de 2007 como o oitavo maior gerador de emprego no Paraná (dentre as 30 cidades pesquisadas e por proporcionalidade), um resultado interessante, porém fruto mais da fraca base de comparação gerada pelo desempenho medíocre dos anos anteriores a 2007 do que por algum fator extraordinário de crescimento.

Mas, considerando a espetacular safra deste ano (agropecuária responde por mais de 50% do PIB da região), e a manutenção da expansão do emprego formal já desde o início deste ano, é improvável que tenhamos um ano ruim na soma total da economia, o que significa que o Emprego Formal deve expandir-se mais uma vez consideravelmente em ambos os municípios, acima até da taxa estadual e nacional.

Anúncios

Uma resposta

  1. Muito legal o blog.
    Mesmo para quem não é da região é ótimo ter informações detalhadas fora do tradicional Rio/São Paulo.

    abril 5, 2008 às 11:12

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s