Estatísticas sobre economia, demografia, geografia e às vezes alguma coisa mais!

Consumo de energia elétrica sobe 8,7% em 2007 no sudoeste


Um dos principais indicadores de como anda a economia de determinada região é o consumo de energia elétrica. Ao longo do tempo o consumo energético acompanha com relativa correlação a produção de riquezas (medida pelo PIB). Muito embora esta relação “Consumo de energia/Produção de Riquezas” costume variar ao longo de prazos maiores, devido às melhorias tecnológicas, no curto prazo o indicador é confiável para demonstrar como evolui a economia de uma região. Por exemplo, de acordo com uma projeção disponível no site da revista “Economia e Energia”, o crescimento do PIB brasileiro entre 1995-2000 seria de 2,1% a.a., ao passo que o crescimento do consumo de energia seria de 4,3% a.a.. Já no segundo período entre 2000-2005 o crescimento se manteria em 2,1% a.a. ao passo que o consumo de energia aumentaria 3,8% a.a., refletindo aí uma pequena melhora tecnológica. Já no período seguinte admite-se um crescimento do PIB anual de 3,5% e um crescimento do consumo de 4,4% a.a.. Fundamentado a linha de pensamento temos a seguir os dados relativos ao Sudoeste do Paraná.

Se a tese apresentada anteriormente for consistente, podemos nos animar, pois segundo dados divulgados pelo IPARDES na semana passada o consumo total de energia elétrica subiu, no ano passado, 8,7% no sudoeste. O resultado foi impulsionado pelo bom desempenho da indústria da região, que consumiu 9,0% a mais que no ano anterior e também pelo aumento no consumo do setor rural e comercial, com 9,2% e 12,3% respectivamente.

Já em Francisco Beltrão o consumo subiu 7,9% puxado principalmente pelo setor comercial, que subiu 9,5%, e pelo setor industrial, que subiu 8,3% em relação ao ano anterior.

Outro dado interessante que os dados trazem é que o número de ligações elétricas residenciais urbanas subiu 4,0% no ano passado em Francisco Beltrão, mantendo assim a taxa próxima a que vinha ocorrendo nos anteriores (4,2% em 2006 e 3,2% em 2005), significando que a população urbana da cidade continua aumentando em taxas de cerca de 1,5% ao ano.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s