Estatísticas sobre economia, demografia, geografia e às vezes alguma coisa mais!

Trânsito de Beltrão quase tão lento quanto o de São Paulo


Uma experiência feita por este blogueiro no trânsito de Beltrão, no começo desta tarde, dá a dimensão quantitativa de como estão ruins as coisas nos horários de pico, no centro da cidade.

Resolvi marcar, utilizado o cronometro de um celular, o tempo médio de ida e volta entre o Posto Dinon até a Revendedora de carros Suvel. O trajeto feito, segundo o Google Maps, daria 4.560 metros.

Os resultados são inacreditáveis. O tempo total foi de 12m 10s. Ou seja, a velocidade média foi de 22,8 km/h. O resultado é tão ruim quanto o do trânsito paulistano, de longe o pior do Brasil. Segundo dados da CET de São Paulo, a média naquela cidade, está em torno de 25km/h em horários úteis, e 15 km/h no horário de pico (final da tarde).

Como também medi o trajeto por partes, a subida do Glória é mais impressionante ainda. Os 420 metros entre arrancar no semáforo do Posto Dinon e passar a segunda faixa elevada da rotatória do Glória, foram 6 minutos e 20 segundos. Média de 4 km/h. Como uma pessoa caminha em média a 6 km/h, a conclusão é óbvia. Vai mais rápido a pé, que dirigindo.

É lógico, óbvio e ululante dizer, que uma amostra destas não tem valor estatístico nenhum. Apesar de ter sido totalmente aleatória, uma amostra de valor deveria fazer o teste com vários veículos, vários dias consecutivos e em vários horários.

Mas é lógico, óbvio e ululante também, que poucos são os dias que o trânsito está mais fluído neste mesmo horário, neste mesmo local. E é mais óbvio ainda, que desde que a Rua Ponta Grossa virou mão única (ou pista única na verdade, que uma das mãos não tem mais serventia), a coisa ficou pior. Isto porque quem sobe a Av Faedo, antes podia descer pela Ponta Grossa para cruzar a avenida. Agora precisa ir pela congestionada e caótica tenente camargo.

Creio eu, que esta é a primeira experiência (mesmo sem valor estatístico) feita em Beltrão. Pelo menos se alguém outro fez, nunca foi divulgada abertamente. Seria interessante os orgãos de trânsito manterem este tipo de estatística. Isto porque é muito fácil dizer ” a rotatória é boa”, “a mão dupla vai mais rápido” só na base do olhometro. Números dizem muito mais que o “eu acho”.

 

Anúncios

Uma resposta

  1. Ander

    A observação é muito pertinente.
    Hoje tbm tive uma experiência que me preocupou.
    Por volta das 17:00 horas o trânsito na Tenente Camargo estava fechado devido as preparações no centro para a “abertura do natal”. O motorista que trafegava então pela Antonio de P. Cantelmo, impedido de fazer a convergência à esquerda rumo Av. Julio A. Cavalheiro, prosseguia e se deparava logo a frente com a mão única da via afunilada chamada Ponta Grossa. Não podendo novamente dobrar sentido avenida ele continua seu trajeto e aí encontra o resultado: CONGESTIONAMENTO TOTAL na bifurcação Rua Antonina e Porto Alegre. O caos reinava nessas áreas. A vez por ali era do mais esperto.
    Isso é para citar apenas um trecho, pq a bagunça está por todos os cantos.
    Mas vejamos pelo lado bom … não sei se existe cidade por aí com dois órgãos incompetentes inventando cacas pelas ruas. Acredito que isso seja exclusividade nossa … que privilégio!!!

    novembro 27, 2010 às 0:53

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s