Estatísticas sobre economia, demografia, geografia e às vezes alguma coisa mais!

Teste

Estimando o crescimento da população urbana a partir das taxas de crescimento do número de consumidores de energia elétrica urbana

Outro dado interessante que os dados trazem é que o número de ligações elétricas residenciais urbanas subiu 4,0% no ano passado em Francisco Beltrão, mantendo assim a taxa próxima a que vinha ocorrendo nos anteriores (4,2% em 2006 e 3,2% em 2005), significando que a população urbana da cidade continua aumentando em taxas de cerca de 1,5% ao ano. Este dado é importante porque cruzando estas taxas anualizadas, com as taxas de crescimento populacional do município, ficam caracterizados os anos em que o município mais cresceu demograficamente.

Prova disso é o município de Pato Branco que apresentou taxas elevadas em ambos ligações residenciais elétricas e expansão da população urbana no período de 1996-2000, confirmados tanto pelos dados do IPARDES (em parceria com a Copel) quanto pelos Censos de 1996 e 2000. Já o município de Francisco Beltrão no mesmo período apresentou taxas baixas de aumento no número de ligações elétricas residenciais urbanas, e praticamente estagnação na variação da população. Já no período seguinte, entre 2000 e 2007, o município de Francisco Beltrão apresentou uma taxa maior tanto no número de ligações elétricas quanto de aumento de habitantes, enquanto Pato Branco viu ambas as suas taxas caírem pela metade. Assim fica caracterizado com relativa precisão que quanto maior a taxa de crescimento demográfico, maior a taxa de ligações elétricas (o segundo item ocorre em decorrência do primeiro).

Abaixo disso está um quadro, que demonstra como evoluíram nas duas cidades do sudoeste o número de habitantes e o de ligações elétricas urbanas.

No caso da relação de Pato Branco ser de 1,02 no período de 1996-2000 temos um ponto fora da reta, que todavia é uma distorção, pois na verdade nos dois anos após o período o crescimento do número de consumidores ainda continuou elevado, dando suporte ao aumento da demanda criada pelo número de habitantes que que a cidade recebeu neste período de 96-00. Para testar a tese eu ainda refiz o teste com mais três municípios do Paraná (Dois Vizinhos, Umuarama e Paranavaí) e praticamente todos os valores giram em torno dos 0,30 até 0,40, com menor valor em 0,25 Dois Vizinhos e maior continuando a ser o 1,02 de Pato Branco. Assim, é possível assumir que o multiplicando-se a variação de Consumidores por algo em torno de 0,4 obtém-se o valor percentual do crescimento no número de habitantes urbanos do município. Deste modo podemos estimar que o crescimento da população urbana de Francisco Beltrão em 2007 foi em torno de 1,6%.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s